VOCÊ SABIA? ESPECIAL – ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO – (ESCOLAS E CMEIS)

VOCÊ SABIA? Especial

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO

(ESCOLAS E CMEIS)

· Que o assédio moral é a exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho;

· Que o assédio moral é mais comum em relações hierárquicas autoritárias;

· Que o assédio moral caracteriza-se pela degradação deliberada das condições de trabalho em que prevalecem atitudes e condutas negativas que acarreta prejuízos práticos e emocionais para o trabalhador;

· Que o trabalhador é isolado do grupo sem explicações, passando a ser hostilizado, ridicularizado, inferiorizado, culpabilizado e desacreditado diante dos pares;

· Que a humilhação é repetitiva e de longa duração;

· Que interfere na vida do trabalhador de modo direto, compromete sua idenditade, dignidade e relações afetivas e sociais;

· Que ocasiona danos à saúde física e mental, podendo inclusive evoluir para a incapacidade laborativa, afastamentos, invalidez ou exoneração;

· Que constitui um risco invisível, porém concreto, nas condições e relações de trabalho;

Lembre-se:

O assédio moral no trabalho não é um fato isolado, pois ele se baseia na repetição ao longo do tempo de práticas vexatórias e constrangedoras, explicando a degradação deliberada das condições de trabalho;

É preciso antes de qualquer outra atitude, existir DIÁLOGO entre os colegas de trabalho, principalmente entre superiores e subordinados, já que muitas das situações de “mal entendidos” podem ser resolvidas imediatamente, sem que o problema se arraste no tempo e acabe se transformando em ‘ASSÉDIO MORAL”;

ALGUMAS ORIENTAÇÕES ( o que fazer)

· Que as pessoas que se sentem vítimas de assédio devem agir com cautela, evitando decisões precipitadas e sob a pressão das emoções;

· Anotar, com detalhes todas as humilhações sofridas (dia, mês, ano, hora, local ou setor, nome do agressor, colegas que testemunharam, conteúdo da conversa e o que mais achar necessário).

· Dar visibilidade, procurando a ajuda dos colegas, principalmente daqueles que testemunharam o fato ou que já sofreram humilhações;

· Procurar seus superiores, diretores e outras instâncias, relatando os fatos e buscando auxílio;

· Recorrer ao Rh, abrir protocolo relatando os fatos;

· Buscar orientações junto ao SINDICATO e assessoria jurídica;

· Buscar apoio familiar e apoio junto aos amigos para recuperar a autoestima, manter a dignidade identidade e cidadania;

Um ambiente de trabalho saudável é uma conquista diária possível, na medida em que existam condições de trabalho dignas, baseadas no respeito ao outro, no incentivo a solidariedade e à cooperação.

Share